VAMOS TODOS PARA RUA AGORA PEDIR RECONTAGEM DOS DÓLARES!

Brincadeiras a parte, o mundo literário está longe de ser extinto pela era digital, pelo contrário, vem ganhando muita força nos últimos anos, trazendo novas gerações e mais consagrações para os grandes do mundo dos livros.

Empatado com ninguém menos que J.K. RowlingStephen King aparece em 7° na lista.

Os autores de sagas literárias e livros para jovens adultos são os escritores que mais faturam no mundo, isso segundo a lista feita pela Revista Forbes com os escritores mais bem pagos no ano de 2015.

Pelo segundo ano consecutivo, o norte-americano James Patterson lidera o ranking de autores mais bem pagos, embolsou cerca de US$ 89 milhões em 12 meses. Um dos favoritos entre os adolescentes, John Green, aparece em segundo lugar, com um faturamento de US$ 26 milhões, graças às vendas do famoso “A Culpa é das Estrelas”.

A lista contém empates, confiram:

1º) James Patterson – US$ 89 milhões (Série “Bruxos e Bruxas”)

2º) John Green – US$ 26 milhões (A Culpa é das Estrelas)

3º) Veronica Roth – US$ 25 milhões (Série “Divergente”)

3º) Danielle Steel – US$ 25 milhões (O Baile)

5º) Jeff Kinney – US$ 23 milhões (Série “Diário de um Banana”)

6º) Janet Evanovich – US$ 21 milhões (Série “Stéphanie Plum”)

7º) Stephen King – US$ 19 milhões (O Iluminado)

7º) J.K. Rowling – US$ 19 milhões (Harry Potter)

9º) Nora Roberts – US$ 18 milhões (Série “Quarteto de Noivas”)

10º) John Grisham – US$ 14 milhões (A Firma)

11º) Dan Brown – US$ 13 milhões (O Código da Vinci)

11º) Gillian Flynn – US$ 13 milhões (Garota Exemplar)

11º) Rick Riordan – US$ 13 milhões (Percy Jackson)

11º) Suzanne Collins – US$ 13 milhões (Jogos Vorazes)

15º) E.L James – US$ 12 milhões (50 Tons de Cinza)

15º) George R.R. Martin – US$ 12 milhões (As Crônicas de Gelo e Fogo)

Precisamos fazer o mestre subir neste ranking gente, vamos comprar.

instagram.jpg snapchat.jpg twitter.jpg youtube.jpg

facebook.jpg

Geminiano em todos os aspectos, amante do suspense e mistério em todas as formas do entretenimento. Como um bom fã de Stephen King levo em meu coração as palavras de um pistoleiro a procura do seu Katet. "Eu não mato com a arma; Aquele que mata com a arma esqueceu o rosto do pai. Mato com o coração."