Em 1985 Duane Barry é visto ao ser abduzido por alienígenas. “Outra vez!”, grita ele, quando seu corpo começa a levantar-se lentamente da cama.

Corte para o momento atual, com Barry internado em um hospital mental, insistindo que “eles estão voltando para me buscar”. Conseguindo apanhar a arma de um guarda, ele toma um médico e três outras pessoas como reféns, desejando que o médico o acompanhe até o local onde foi seqüestrado, para provar que isso realmente aconteceu.

Mulder é chamado para negociar com ele. Quando a energia é repentinamente cortada, Barry atira na escuridão, atingindo um dos reféns, e Mulder é encaminhado até ele junto com os enfermeiros. Enquanto Mulder conversa com ele, Barry começa a lembrar-se de seu seqüestro e das experiências feitas pelos alienígenas. Ele concorda em trocar o homem ferido por Mulder.

Scully pesquisa todo o histórico médico de Barry, decobrindo que ele é um ex-agente do FBI, que foi ferido durante o cumprimento do dever, sofrendo a destruição do centro moral do cérebro, o que o tornou violento e propenso a ter alucinações. “Duane Barry não é o que Mulder pensa que ele é”, relata ela aos outros agentes, extremamente preocupada.

Barry conta a Mulder que as autoridades sabem dos seqüestros, descrevendo detalhadamente o local. Enquanto isso, falando por um aparelho que Mulder carrega, Scully o avisa sobre a psicose de Barry, e finalmente um atirador de elite do FBI consegue atingir Barry e feri-lo.

Um exame posterior parece corroborar o cenário de abdução criado por Barry, sendo encontradas em seu abdomem e em seu seio paranasal pequenas peças de metal com estranhas marcas, assim como furos inexplicavelmente pequenos nos seus dentes. Num supermercado, Scully impulsivamente passa diante da máquina de leitura a laser uma das peças encontradas no estômago de Barry, e a máquina parece ficar louca. Barry é mostrado recuperando a consciência, atacando um guarda e fugindo do hospital.

Scully chama Mulder, gravando em sua secretária eletrônica um recado a respeito da máquina de leitura a laser. “Que diabo é esse negócio, Mulder?”, pergunta ela. “É quase como se alguém estivesse usando aquilo para catalogar a si mesmo”. De repente, Barry aparece na janela e, no meio de um barulho surdo, a voz de Scully pede por socorro.

Continua no próximo episódio…

Filmado durante a gravidez de Scully, este episódio compreende uma brincadeira particular, na cena do supermercado, quando Scully compra picles e sorvete. Steve Railsback, que originalmente ficou famoso desempenhando o papel de Charles Manson no filme Helter Skelter, impressionou todo mundo por sua atuação como Barry. Mas foi CCH Pounder que ganhou uma indicação para o prêmio Emmy como atriz convidada em um programa de horário nobre, por haver desempenhado neste episódio o papel de agente Kasdin, que ajuda Mulder a negociar com Barry a libertação dos reféns. Chris Carter recebeu uma indicação para o Emmy por seu roteiro deste episódio, assim como o diretor de fotografia John S. Bartley, na categoria de cinematografia. Este foi o primeiro episódio de Arquivo X dirigido por Chris Carter.

Faltam 179 dia para o retorno de Arquivo X

Geminiano em todos os aspectos, amante do suspense e mistério em todas as formas do entretenimento. Como um bom fã de Stephen King levo em meu coração as palavras de um pistoleiro a procura do seu Katet. "Eu não mato com a arma; Aquele que mata com a arma esqueceu o rosto do pai. Mato com o coração."