Porque fazer um filme quando se podem fazer quatro? (Hollywood sua mercenária danada)

 

Josh Boone(diretor do parquinho) revela que a sua adaptação de Stephen King será dividido em várias partes.

O romance de King “A Dança da Morte“( The Stand) conta uma história de horror pós-apocaliptica fictícia, publicado originalmente em 1978. O Pandemônio global matou 99,4% da população humana, a sociedade como conhecemos entra em colapso, deixando os sobreviventes entre a cruz e a espada para continuar sem ser extintos.

A adaptação para o cinema foi turbulenta até o martelo ser batido. Primeiro David Yates (Harry Potter V, VI, VII e VIII) foi escolhido para o projeto, porém abandonou quando sentiu que tudo seria mais completo se fosse em uma minissérie. (PS: avisa pro tio David que ela já existe).

Determinada a fazer acontecer a Warner (muito zoeira) chamou Ben Affleck (Argo, Atração Perigosa), que recusou (o batsinal)  o chamado devido a sua dedicação para o Batman passando o manto para Scoot Cooper (Arquivo X, Austin Powers – O Agente ‘Bond’ Cama).

A maldição estava instalada, Cooper deixou o projeto alegando diferenças criativas com o estúdio. (famoso mimimi)

Sendo assim abrindo espaço para o diretor Josh Boone (A Culpa é das Estrelas, Ligados Pelo Amor ) que tomou a frente e decidiu dividir o filme em quatro partes (tá garantindo serviço).

 

“Eu vendi [Warner Bros.] de uma vez, três horas de filme”, ​​diz Boone, aparecendo no Kevin Smith Hollywood Babble-On Podcast . “Todo mundo adora o Rei. [Stephen] “

Mas, em seguida, “eles voltaram e disseram: ‘Você faria isso como vários filmes? e eu disse ‘lógico que sim!’ … Então eu acho que nós vamos fazer, como quatro filmes. “

 

Boone admite que ama o roteiro original, “eu estava disposto a a deixa-lo acontecer por um instante, mas porque cortar a história se você pode ser mais leal e verdadeiro a ela?”

Sinceramente, está esgotando minha paciência filmes que não tem fim, mas considerando a enorme dimensão da história e da extensão do livro, A Dança da Morte Parte I, II, II, IV pode ser uma boa solução para não deixar muitos detalhes de fora.

Boone também revelou que já foi exibido para a produtora vários personagens da saga dos quatro filmes. Eu só posso dizer que vamos fazer quatro filmes e sem dúvida vamos fazer de A Dança da Morte um dos mais alto níveis de adaptações já visto, com um elenco que vai explodir cabeças”, Boone promete.

em 1994 a minissérie A Dança da Morte contou com Molly Ringwald, Gary Sinise e Jamey Sheridan. uma versão em HQ foi feita pela Marvel Comics em 2008.

O Próprio King brincou em meados dos anos 80 que tinha a ideia de levar o romance para a televisão, mas a ideia não foi muito bem aceita na época alegando que o público não gostaria de ver tanta desgraça. Irônico não?

E para quem não está por dentro, o autor Stephen King foi o homenageado no evento UTOPIA – Zumbicast Experiment Day que rolou em três capitais, SP, RJ e PA. Um edição do livro “A Dança da Morte” foi sorteado na capital paulista.

Geminiano em todos os aspectos, amante do suspense e mistério em todas as formas do entretenimento. Como um bom fã de Stephen King levo em meu coração as palavras de um pistoleiro a procura do seu Katet. "Eu não mato com a arma; Aquele que mata com a arma esqueceu o rosto do pai. Mato com o coração."